20 de fevereiro de 2018

Wuthering Heights

Mais um post para a categoria "músicas inspiradas em livros". A ideia original é falar de músicas que eu gosto, mas como queria unir duas coisas em uma, então, decidi que os livros que vou citar nessas postagens também serão livros que eu li gostei. Assim, hoje o tema será Wuthering Heights que é um livro que eu amo e que inspirou duas músicas que gosto muito.
         Caso você não tenha pego a referência, a música é inspirada no romance gótico "O Morro dos Ventos Uivantes", único de Emily Bronte.Foi lançado originalmente em 1847 e de lá para cá já teve diversas adaptações para o cinema e para a televisão. 
 Bem resumidamente, o romance retrata a história de Heathcliff e Catherine, começando desde o nascimento dela. A família Earnshaw reside n'O Morro dos Ventos Uivantes e, após uma viagem, o patriarca da família traz consigo um garoto órfão, Heathcliff. O menino tem a afeição do Sr. Earnshaw e de sua filha Catherine, porém causa o ciúme de seu filho Hindley.
 Heathcliff e Catherine crescem, bem como os laços entre eles. Porém, a morte do sr. Earnshaw deixa Heathcliff refém das humilhações de Hindley. Por seu sentimento por Catherine, ele aceita seu infortúnio. Contudo, ela decide casar o "vizinho", Edgar Linton, em vez de abraçar seu sentimento por Heathcliff, optando pela vida confortável que Edgar poderia lhe dar.
 Heathcliff decide ir embora, voltando tempos depois ao Morro dos Ventos Uivantes, rico e disposto a se vingar dos que ele julga serem responsáveis pela quebra de seu espírito. Essa vingança envolve gerações dos Earnshaw e dos Linton, nos mostrando que alguém pode ser capaz de odiar tão fortemente como uma vez amou e que o amor pode ser mais forte que a morte. 
 Este é um dos meus livros favoritos da vida e daquelas obras que me fizeram amar os clássicos. Foi o primeiro romance que li em que os personagens traziam toda gama de sentimentos que qualquer pessoa real carrega. Ninguém é completamente mau ou completamente bom, eles impactam e são impactados pelas ações e palavras uns dos outros. Vemos a história e o reflexo dos ocorridos na personalidade de cada um e somos induzidos a amar e odiar cada um dos protagonistas, por vez.
 Com o mesmo título do livro, a música "Wuthering Heights", foi composta e interpretada por Kate Bush. Ela tinha apenas 18 anos quando a compôs e o fez inspirada nos minutos finais da adaptação cinematográfica de 1970. A música foi composta em algumas horas durante uma madrugada e foi a última a se criada e gravada para o álbum de estreia de Kate Brush, The Kick Inside, lançado em 1978. A letra dessa música é inspirada na visão de Catherine Earnshaw, com vários trechos inspirados em suas falas como em "Let me in! I'm so cold" em que ela está do lado de fora da janela de Heathcliff e "Bad dreams in the night" quando ela conta de sua noite conturbada de sono. A música pode trazer um tom mais soturno, se você tiver em mente as últimas páginas do livro, mas não irei dar o spoiler.
                  Alguns fatos interessantes sobre a a música são que foram feitos e lançados dois videoclipes para ela, seu solo final é de Ian Bairson (guitarrista da banda de rock progressivo The Allan Parsons Project) e que com a canção, Kate Bush foi a primeira mulher a chegar no topo das paradas britânicas com uma música composta e interpretada por ela.

            Não tenho como falar da música de Bush sem lembrar da versão feita pela banda de power metal brasileira Angra, que foi lançada em 1994 no álbum Angels Cry. Eu, particularmente prefiro e escuto mais a música na voz de Andre Matos, mas isso é questão de gosto. O próprio Andre Matos era fã de Kate Bush, motivo pelo qual foi uma grande satisfação para ele lançar a música em um disco de sua banda. Uma curiosidade é que, a música lançada em 1994 é basicamente a mesma de Bush, mas anteriormente o Angra tinha feito uma versão mais pesada da música, bem mais "heavy metal".Estão abaixo essa versão demo e a versão que saiu no Angels Cry, respectivamente: 

                    

                Wuthering Heights                                                O Morro Dos Ventos Uivantes
                Out on the wiley windy moors                              Lá fora nas tempestuosas colinas
                We'd roll and fall in green                                     Nós girávamos e caíamos no gramado
                You had a temper, like my jealousy                      Seu temperamento era como o meu ciúme
                Too hot, too greedy                                               Ardente e ávido demais
                How could you leave me                                      Como você pôde me abandonar
                When I needed to possess you?                            Quando eu mais precisei te possuir?   
                I hated you, I loved you too                                  Eu te odiei, eu te amei também

                Bad dreams in the night                                        Pesadelos na noite 
                You told me I was going to lose the fight             Você me dizia que eu iria perder essa luta
                Leave behind my wuthering, wuthering               Deixar para trás meu morro, meu morro
                Wuthering heights                                                 Meu morro dos ventos uivantes

                Heathcliff, it's me, Cathy, I've come home           Heathcliff, sou eu, Cathy, eu voltei para casa
                I'm so cold, let me in your window                       Sinto tanto frio, deixe-me entrar por sua janela
                Heathcliff, it's me, Cathy, I've come home            Heathcliff, sou eu, Cathy, eu voltei para casa
                I'm so cold, let me in your window                       Sinto tanto frio, deixe-me entrar por sua janela

                Oh, it gets dark, it gets lonely                               Oh, aqui é escuro e solitário
                On the other side from you                                   Deste outro lado, longe de você
                I pine a lot, I find the lot                                       Eu definho tanto, eu percebo que o destino
                Falls through without you                                     Fracassa sem você
                I'm coming back love, cruel Heathcliff                 Estou voltando, amor, cruel Heathcliff
                My one dream, my only master                            Meu único sonho, meu único mestre
  
                Too long I roam in the night                                 Há muito tempo eu vagueio pela noite
                I'm coming back to his side to put it right            Estou voltando para o seu lado para consertar isto
                I'm coming home to wuthering, wuthering          Estou voltando para meu morro, meu morro
                Wuthering heights                                                Meu morro dos ventos uivantes

                Oh, let me have it, let me grab your soul away      Oh, deixe-me ter, deixe-me levar sua alma 
               Oh, let me have it, let me grab your soul away      Oh, deixe-me ter, deixe-me levar sua alma 
                You know it's me, Cathy                                         Você sabe que sou eu, Cathy

Fazendo mais uma menção honrosa, devo mencionar a música Afterglow, da banda de rock progressivo Genesis. A música faz parte do álbum Wind and Wuthering, cujo título faz referência ao livro em questão. Em oposição à primeira, o ponto de vista retratado na letra é de Heathcliff, com alguns trechos que falam exatamente da mesma parte do livro que a música de Kate Bush, citado abaixo:
               I caught a glimpse of in the night                       Eu colhi um vislumbre na noite      
              But now, now I've lost everything                      Mas agora, agora eu perdi tudo
              I give to you my soul                                          Eu te dou a minha alma
              The meaning of all that I believed before           O significado de tudo aquilo que eu acreditava antes
              Escapes me in this world of none                       Me escapa neste mundo de ninguém
              No thing, no-one                                                 Nenhuma coisa, ninguém  



    Share on Facebook Tweet about this on Twitter Share on Google+ Pin on Pinterest Share on Tumblr Digg this Share on LinkedIn

0 comentários :

Postar um comentário