15 de setembro de 2016

Blackfish

O post hoje é dedicado ao documentário Blackfish, que trata da exploração da orca Tilikum e seus descendentes pelo parque aquático Sea World, que foi o pioneiro nos espetáculos com esses gigantes do mar.
No documentário, vemos o quão nocivo é esse cárcere que prejudica de forma irreversível a vida desses animais, que apesar de viverem "muito bem" conforme o parque, passam por torturas que vão desde ao confinamento em espaços minúsculos para suas dimensões, até a vida forçada em pequenos grupos ou a separação das famílias que são trazidas ao parque ou que nascem em cativeiro.
Acompanhamos relatos desses maus tratos e suas consequências tanto para os animais quanto para a equipe de treinadores. Alguns desses fatos foram bastante veiculados na grande mídia devido a alguns ataques a adestradores do parque, dos quais três óbitos foram resultantes.
É bem interessante ver a opinião de especialistas acerca da vida que as Orcas têm em seu habitat natural e como o confinamento acaba estressando os animais (mesmo os que já nasceram no parque). A dor das mães orcas ao serem separadas de seus filhotes, a vida confinada em pequenos espaços e a expressividade no olhar dos animais realmente comovem.
Além disso, também são entrevistados ex treinadores do parque que relatam como os animais eram tratados e como hoje enxergam que eles não eram felizes, apesar da política do parque tentar institucionalizar nos funcionários e clientes que aquele ambiente é ótimo para os animais e que simula o habitat natural deles muitos bem.
Este documentário causou um grande impacto ao expor as condições dos bichos que servem de atração para o parque, comovendo bastante a população americana que passou a ir bem menos aos espetáculos e diminuiu sensivelmente os lucros que os parques tinham.
Como consequência da polêmica causada pelo “Blackfish”, o Sea World anunciou que irá parar de criar orcas para seus espetáculos... Infelizmente, os animais que o parque possui vão continuar servindo de atração e os planos são de que alguns dos parques deixem de ter shows com Orcas a partir de 2017. Ainda assim, é um avanço. 
Recomendo muito este documentário, que foi um dos grandes responsáveis por mudar a imagem que muitos tinham sobre os shows do Sea World, causando a desvalorização das ações do parque, a diminuição de seus lucros e as consequentes providências.
Se você se interessou e pretende ver o documentário, "Blackfish" está disponível na Netflix e também é facilmente encontrado no Youtube, então, não terá problemas para achá-lo. 







    Share on Facebook Tweet about this on Twitter Share on Google+ Pin on Pinterest Share on Tumblr Digg this Share on LinkedIn

0 comentários :

Postar um comentário