2 de maio de 2015

Beethoven's Last Night

Olá, tudo bem com vocês?

Até agora só tinha feito posts sobre livros/ hq's aqui no blog, mas isso foi bem por acaso, pretendo falar de várias outras coisas também, como filmes, séries, música, jogos e quem sabe, alguma coisa de estilo e opinião.

O post de hoje, vai inaugurar a categoria ‘Músicas’ aqui no Prelúdios & Noturnos, e para isso eu escolhi um álbum conheci em 2010 e que esteve entre os mais ouvidos por mim por bastante tempo. O álbum em questão é o Beethoven’s Last Night, da banda Trans-Siberian Orchestra



             O disco é uma opera rock e foi gravado em 2000, com vários crossovers de músicas clássicas com elementos do rock.

Eu gosto muito de discos conceituais, que são aqueles cujas músicas contribuem para um único final, ou seja, contam uma história. Esse álbum é conceitual e conta a história fictícia da última noite de vida de Ludwig Van Beethoven, quando o Demonio Mephistópheles vem para levar sua alma, mas disposto a fazer um acordo caso Beethoven desse a ele sua master piece, a Décima sinfonia. Durante essa noite ele conhece o Destino e seu filho Twist, que o ajudam nesse momento derradeiro (decisivo?) de sua vida e o levam de volta à alguns momentos importantes de sua vida, a fim de mudar algo que o livrasse das garras do diabo. Um desses momentos decisivos da vida de Beethoven é quando ele conhece Mozart, fato que realmente ocorreu.

A musicalidade do álbum é muito boa, e as várias partes narradas do disco fazem com que à medida que as faixas vão se passando, você vá se envolvendo mais e mais com o álbum. 

Logo na primeira faixa, Overture, temos um medley maravilhoso de várias sinfonias do mestre Beethoven que fisga até quem não gosta muito das faixas de introdução. No decorrer do disco encontramos baladas lindas como I’ll Keep Your Secret, onde Thereza, a ‘amada imortal’ de Beethoven interpretada por Patti Russo, lindamente declara seus sentimentos e companheirismo pelo compositor. 

Aqui você encontra músicas com riffs bem empolgantes, vocalistas maravilhosos que interpretam os personagens da história, músicas mais pesadas e coros bem marcantes. Acredito que agrade fácil aos que curtem a combinação de musica clássica com rock, com vocais masculinos graves e belos e agudos vocais femininos.


Poderia gastar muitas outras linhas escrevendo sobre esse álbum, mas acho que melhor que isso seria mostrar aqui algumas músicas para dar uma amostra do que você vai encontrar lá.


OVERTURE:


FATE:



MOZART:


I'LL KEEP YOUR SECRET


Bom, as faixas acima são as minhas preferidas, embora eu não consiga mais escutar apenas uma música deste disco, sempre tenho que escutá-lo inteiro. 

Espero muito que tenham gostado do post! Se você já conhecia ou gostou da indicação, me fala nos comentários que vou adorar saber! 
Beijo e té mais! ^^






    Share on Facebook Tweet about this on Twitter Share on Google+ Pin on Pinterest Share on Tumblr Digg this Share on LinkedIn

8 comentários :

  1. Adorei as músicas. Não conhecia ainda. Depois vou procurar o álbum pra escutar tudo! ^^
    bjin

    http://monevenzel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou, Mone!
      Procura sim, é bem legal ouvir o álbum todo, dá pra entender melhor a história. ^^
      Beijo e té mais! :D

      Excluir
  2. Esse álbum é muito lindo e viciante! Lembro que você me apresentou ao Trans-Siberian, e a gente escutou bastante... esses álbuns conceituais causam um apego enorme na gente, tanto pelo enredo quanto pela sonoridade. Tenho certeza que quem não escutou vai se apaixonar só de ler essa tua resenha!
    PS: Adorei o layout novo, e ainda tem esse detalhe do tentáculo do Cthulhu *-*

    Sucesso sempre, myga. :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, a gente escutou muito mesmo! Hahaha
      Adoro álbuns conceituais! <3
      Que bom que você gostou! Também adorei a cara nova do blog e tá cheio de referências legais! Tudo feito pelo meu artista preferido! *3* hahaha
      Beijão e té mais amiga! :D

      Excluir
    2. Sim, vi referências do Poe, Lovecraft e King Diamond. Confere?

      Excluir
    3. Confere, pegou tudo! Hahaha
      O corvo ainda pode ser referência também ao filme com o Brandon Lee e os tons de verde ao Type O Negative! :3

      Excluir
  3. Fiquei maravilhada com essa postagem, primeiramente porque eu não conhecia, e depois pela ótima indicação! Me identifiquei bastante com a musicalidade, Beethoven é o compositor que eu mais interpreto nas minhas apresentações de piano, e, como fã de um bom rock, estou maravilhada com este álbum!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, fico muito feliz que tenha gostado, Vân! É um álbum que adoro, tanto pela história quanto pela musicalidade e se você não conhecia, com certeza agora vai ficar viciada nele! Hahaha
      Também adoro Beethoven, ele e Wagner são fantásticos! Gostaria de ver uma dessas apresentações, hein!
      Beijão, minha linda!

      Excluir